17 de setembro de 2011

Com problemas financeiros, Pamaná não será a sede do Miss Universo 2013

Após conversas com o presidente Ricardo Martinelli, o governo do Panamá, decidiu nesta semana, que não tem condições financeiras para  sediar o evento.

De acordo com a Shamah, o concurso estava pedindo uma taxa astronômica de USD 12 milhões, quantia que o Governo não pode gastar neste momento. "Nós nem sequer temos 12 milhões de dólares para o nosso orçamento anual de publicidade", acrescentou Shamah.

Ele também disse que não há chances de alguma empresa privada assumir os gastos. "Mesmo que o Estado coloque metade acredita que a empresa privada não conseguiria apresentar os seis milhões restantes".

Ele considerou que os poucos minutos que mostram o país durante a cerimônia não valem muito dinheiro, e também que "a maioria dos espectadores deste concurso são as pessoas da Ásia, que não têm vôos diretos para o nosso país".

Donald Trump veio ao Panamá em julho para a inauguração do Oceano Trump Club. Durante esses dias, ele se reuniu com o presidente Ricardo Martinelli, que ficou animado com a idéia, no entanto, a prioridade do orçamento nacional é destinado à finalização do Sistema de Metrô do Panamá, programado para abrir sua primeira linha em 2014. Aparentemente, durante aqueles dias, não houve conversas sobre dinheiro.

Um comentário:

  1. Quem dera que o governo do nosso país também se preocupasse com coisas mais importantes e parassem de gastar nosso orçamento com coisas de menos importância...

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!

1-Comente apenas sobre o conteúdo da postagem, caso o comentário aborde outro assunto que não seja o exposto no texto, ele será excluído.
2-Não use palavras de baixo calão.
3-Se deseja comentar , reclamar ou participar das redes sociais do site, é só clicar no link desejado.

APROVEITE NOSSO CONTEÚDO NAS REDES SOCIAIS!

Instagram
Twitter
Facebook
TV Beleza Sergipana
Assine nosso feed
Entre em contato conosco