Facebook

Navigation Menu

19 de novembro de 2015

"O meu nome será retirado do processo", diz Katiúscia Meneses sobre ação contra TV Bandeirantes

Na última terça-feira, 17 de novembro, o jornalista Flávio Ricco, do portal Uol, informou que foi protocolada ação no Fórum Gumersindo Bessa, em Aracaju, com pedido de concessão de medida liminar com a finalidade de suspender a realização do concurso Miss Brasil 2015, ocorrido ontem, 18 de novembro, em função de "graves violações ocorridas nos dois concursos ocorridos no Miss Sergipe 2015".

Segundo Ricco, o advogado Carlos Daniel Nunes Masi representa as misses Camila Dias Mol, Cintya Leite Santos, Katiúscia Oliveira Menezes, Jane Kelly Santos Lima, Eldine Quintela Guimarães e Claudiane Lima Costa no processo contra a TV Bandeirantes.

O advogado informa que a análise do caso será feita apenas na quinta-feira, 19 de novembro (hoje), "porque o fórum só funciona até as 13 horas". Por isso o evento ocorreu na data prevista.

No entanto, como a possibilidade de o pedido de cancelamento da transmissão não ser julgado a tempo já era esperada, o advogado solicitou  também, na mesma ação, a suspensão dos efeitos dos resultados de ontem, conforme nota abaixo:

"O resultado do concurso do Miss Brasil 2015 pode ser suspenso ainda nesta semana pelo juiz da 10ª Vara Cível da comarca de Aracaju, Dr. Alexandre Magno Oliveira Lins. Isso porque deverá ser analisado pedido de concessão de medida liminar no processo movido por Camila Dias Mol e outras candidatas para suspender os efeitos do concurso a ser realizado nesta noite, 18.11.2015, para que a Bandeirantes compareça no processo e apresente de forma precisa e detalhada os motivos que levaram a invalidar o primeiro concurso Miss Sergipe 2015 e comprove ter respeitado os princípios da boa-fé objetiva, da transparência, da publicidade, da isonomia, da honestidade, da probidade e da imparcialidade quando promoveu o segundo concurso Miss Sergipe 2015, já que a sua realização foram as portas fechadas." 

No meio desse turbilhão, Katiuscia Oliveira Menezes (foto), a Miss Boquim 2015 e segunda colocada no Miss Sergipe deste ano, citada como uma das requerentes da ação, usou seu perfil no Facebook para esclarecer o imbróglio.

Confira a integra do comunicado de Katiúscia Oliveira Menezes

"Bom dia a todos! Como é de conhecimento de alguns, essa semana foi divulgada uma nota em um site, onde dizia que eu, juntamente com outras participantes do Miss Sergipe Universo 2015 estávamos entrando com uma ação para o cancelamento do Miss Brasil Universo 2015 realizado ontem (18 de novembro), e contra a organização do concurso estadual. De fato, estou tomando as devidas providências no tocante ao Miss Sergipe Universo 2015, mas no que diz respeito aos danos, financeiros e morais pelos quais sofri. Porém, EU NÃO compactuo da ideia do cancelamento do concurso de ontem, sendo assim o meu nome será retirado do processo. Até por que, independente de qualquer coisa, fiquei muito satisfeita com a colocação (2ª colocada) que a mim foi atribuída pela Equipe Miss Brasil. Obviamente, quando entramos em um concurso queremos ganhar, buscamos realizar um sonho. Mas saber aceitar o que lhe é designado por Deus, além de te mostrar preparado, te faz ter uma consciência tranquila e alma em paz. Aproveito a oportunidade para parabenizar a nossa representante Pry Felisberto por sua apresentação no concurso de ontem. Desejo muitas realizações e sucesso! Um beijo no coração e um ótimo dia a todos!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

1-Comente apenas sobre o conteúdo da postagem, caso o comentário aborde outro assunto que não seja o exposto no texto, ele será excluído.
2-Não use palavras de baixo calão.
3-Se deseja comentar , reclamar ou participar das redes sociais do site, é só clicar no link desejado.

APROVEITE NOSSO CONTEÚDO NAS REDES SOCIAIS!

Instagram
Twitter
Facebook
TV Beleza Sergipana
Assine nosso feed
Entre em contato conosco